sábado, 27 de dezembro de 2008

10 Mandamentos do Montanhista


01 - Durante a ascensão faça o possível para reduzir os danos sobre a via (não atire as rochas soltas, não arranque a vegetação, seja civilizado). Quando existir a opção, escolha sempre descer a pé, pois o rappel é bastante destrutivo para as vias se não for realizado de forma cuidada. Se após uma ascensão, o rappel for inevitável, procure realizá-lo responsavelmente.
02 - Por se tratar de uma prática bastante danosa às vias e vegetação das paredes, evite a prática exclusiva de rappel em zonas tradicionais de escalada.
03 - Não abra vias utilizando berbequins a bateria. A facilidade que estas ferramentas propiciam tem levado à abusiva colocação de spits e a uma precipitada abertura de vias que, não raramente, conduz à destruição sistemática das paredes! Se você precisa de spits para escalar, provavelmente era melhor ficar em casa. Quando for indispensável a colocação de proteção fixa, utilize pitões ou burilador manual e martelo. O maior esforço exigido, em geral, leva a uma maior reflexão sobre a validade e a qualidade do que está a fazer.
04 - Evite limpar-se, arrumar material ou aglomerar pessoas na base das vias.
05 - Utilize os trilhos existentes. Não abra ou utilize atalhos, mesmo que isto represente um percurso maior.
06 - Destaca-se que o compromisso com o baixo impacto de um via não se refere somente ao acto da abertura, mas também da utilização das vias préviamente abertas, provavelmente por alguém que sabia o que estava a fazer. Deixe-as como as encontrou! Não acrescente seguranças, a não ser as que vão ser retiradas pelo segundo cordada!
07 - Ao pensar em abrir uma nova via explore bem o potencial oferecido pelas vias já existentes na zona (escale-as!). Conheça um pouco da história destas vias (informe-se com os escaladores locais mais experientes). Isto pode evitar que se cometa equívocos alguns dos quais já registados nos últimos anos, como a abertura de variantes medíocres, vias banais que atravessam vias clássicas, Certas paredes não comportam mais vias sem que ocorram vias coladas uma nas outras ou com muita vegetação destruída. Estas duas situações, além de uma mesquinha sensação de orgulho para o autor, não acrescentam nada de positivo ao montanhismo na Madeira.
08 - Não promova e nem participe de escaladas com um grande grupo (+ de 4 pessoas). Estas excursões causam grande impacto nos trilhos e nas vias. Aprecie o aspecto reflexivo e contemplativo da escalada que só são possíveis longe da multidão. A montanha não é o melhor lugar para festas. Deixe o churrasco e outras comemorações para locais mais apropriados.
09 - Não fixe protecções de maneira exagerada (devem ser a última opção de proteção - não as transforme na única opção). Privilegie as protecções móveis (entaladores, friends ou, em última instância, pitões). Não fixe protecções em boulders. Não instale presas artificiais e não quebre ou cave presas naturais. Não faça pinturas ou outras marcações na parede.
10 - Leve o seu lixo de volta! Seja civilizado!

0 comentários:

 
©2008 'Aventura na Veia' Por Luciano Ribeiro