sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

HISTORIA DO MONTANHISMO



As montanhas sempre fizeram parte da história humana por se tratarem de obstáculos a serem transpostos por nossos antepassados em suas viagens exploratórias e migratórias. Em 1492, Antoine de Ville escalou o Monte Aiguille, na França, apesar das inúmeras superstições existentes a respeito de seu cume. Em 1744 ocorre a chegada ao cume, que é chamada pelos montanhistas de conquista, do Monte Titlis, em 1770 a do Monte Buet e em 1779 o Monte Velan também é conquistado. Entretanto, é considerado como o marco do alpinismo moderno a data de 8 de agosto de 1786, quando dois franceses, o médico Michel Paccard e o garimpeiro Jacques Balmat venceram os 4810 metros do Mont Blanc (Monte Branco), na Europa, motivados por um prêmio oferecido por Horace-Bénédict de Saussure - considerado o fundador do Alpinismo.No final do século XIX e início do século XX ocorreu uma verdadeira corrida a conquistas de montanhas até então inexploradas. Assim, em 1868, os ingleses conquistaram os principais picos do Cáucaso. O Chimborazo foi vencido em 1880, o Aconcágua (6959m) em 1897, ambos nos Andes. Em 1889 foi conquistado o Kilimanjaro (5895 m), na África e o Monte McKinley (6194 m) no Alasca em 1913. O Monte Everest, ponto culminante do planeta, com 8848 metros, situado na Cordilheira do Himalaia na Ásia, foi finalmente conquistado pelo neozelandês Edmund Hillary e pelo sherpa Tenzing Norgay em 1953.

Fonte de pesquisa:Wikipedia

0 comentários:

 
©2008 'Aventura na Veia' Por Luciano Ribeiro